sábado, 8 de maio de 2010

Até morrer terei...

terei de fazer uma revolução!

Como o avô diz " Depois dizem que és revolucionária!" e não é que sou mesmo. Há certas coisas que me tiram do sério,como andarem a limpar as ruas de Fátima por causa da visita do papa!

Nem com a Gripe A limparam as ruas, e nessa altura é que era necessário tudo desinfectado...

Além da revolução, ainda me parece que tenho de concretizar uns determinados sonhos, que todos os dias passam  aqui pela minha mente.
Mas esses agora já não vos posso desvendar...

1 comentário:

Fresco_e_Fofo disse...

Se fizeres uma revolução, não a faças com cravos. Nunca dão em nada as revoluções onde não corra sangue.
São um desperdício de tempo.