quarta-feira, 5 de maio de 2010

.

"A felicidade não é um ideal da razão, mas da imaginação
Ela não é o fim que o homem deve procurar"
 
 Onde é que eu fui desencantar tal frase? De um belo e animado livro de Filosofia.
 
Livro esse que lá no meio de milhares de "Teorias" se encontra uma frase interessante, como a de cima.
 
E não é que concordo plenamente com ela? É que me parece, que andamos todos nesta vida a tentar encontrar a felicidade. E para quê?  para chegarmos aos 80 anos e dizermos a muito custo que somos felizes.
Acho isto ridiculo, pois a mim sabe-me tão bem dizer "hoje sinto-me feliz!" em vez de "sou feliz",  é  que é quase impossivel ser totalmente feliz, temos  sempre algo que gostariamos de alterar.  
Cá para mim, a  imaginação é a responsável por tudo isto, há dias em que imagino que sou feliz e outros em que imagino que não sou...  
- Agora, "trabalhar" para  que um dia... um dia, seja feliz?      Isso é um desperdício de tempo!
 
 E já agora Hoje sinto-me feliz! Porquê? sinceramente não sei...
 
 

1 comentário:

almighty yellowphant disse...

É bom ver alguém feliz. Quanto à primeria frase... Dizia a minha avó e muito bem " a felicidade não é o fim, é o caminho" :)

Beijinhos Mónica